sábado, 21 de outubro de 2017

O que o Blog do Igor acompanhou neste sábado?

Vamos aos destaques!
Fotos do post: Ricardo Duarte/ Inter/ Divulgação, Canal CDF/ Reprodução e Conmebol/Reprodução




CRICIÚMA 2 X 3 INTER, SÉRIE B 2017
Começo com o jogo do Heriberto Hulse, o jogo em que deu colorado cada vez mais perto da subida para a série A com a vitória de hoje sobre o Criciúma. Agora o Criciúma queria fazer caldeirão com um aumento de lado visitante, até vendendo mais do que a capacidade segundo teve rádio de Porto Alegre relatando isso? É o Criciúma cometendo equívocos que fazem do clube ficar em mais um ano de série B e sem perspectiva nem de subir e nem de cair, entra ano e sai ano e os anos do Criciúma mudam-se os jogadores mas o final tem sido o mesmo, e olha que a incompetência não é posta desde agora ou de hoje, faz tempo.
Os primeiros 15 minutos, um vareio de bola, só 1 time jogou por lá e esse time foi o Internacional marcando o primeiro quando Leandro Damião cruza e o zagueiro do Criciúma desvia por último marcando o gol contra e depois bola parada cobrada na área em que Victor Cuesta sobe de cabeça para marcar e olha que em 3 oportunidades o Inter poderia ter chegado a um terceiro e até um quarto gol para liquidar a fatura no primeiro tempo, era um vareio de bola que só depois dos 25 minutos, os comandados do Guto Ferreira cochilaram, relaxaram e o Criciúma aos poucos entrou um pouco no jogo a ponto de descontar na falha colorada da zaga em que todo mundo ficou olhando o Alex Maranhão bater a falta na área e Edson Borges desviar para descontar para o Tigre, 2 a 1, Inter ainda na frente e este seria o placar de primeiro tempo que foi movimentado no Heriberto Hulse.
Na segunda etapa, o Criciúma volta melhor e com o Inter até mal nas alterações também. E eis que aos 14 minutos, pênalti que Danilo Silva vai no Silvinho, vai em tudo menos na bola. Silvinho mesmo bate e deixa tudo igual no Heriberto Hulse. 2 a 2 e depois disso, o jogo deu uma caída, embora o Criciúma teve a chance de virar o jogo. Mas aos 40 minutos em total impedimento do Carlos, ele recebe a bola após um lançamento bem feito e toca na saída do Luiz, era só segurar o resultado e vencer um jogo que o próprio Inter poderia ter liquidado bem antes e o Criciúma sentiu a brecha aberta mas não manteve.
Deu Inter.





HUACHIPATO 3 X 1 U.CATÓLICA, CAMPEONATO CHILENO, TRANSIÇÃO(TRANSICIÓN) 17-18
Até Campeonato Chileno dei uma ligada.....e foi no jogo da Católica que perdeu fora de casa e com direito a 1 a menos no restante da segunda etapa inteira. Soteldo infernizou "Los Cruzados" nessa tarde/noite em casa e deu Huachipato.
Primeira etapa de poucas chances, de pouco jogo em si e de um jogo tecnicamente fraco em que aos 17 minutos veio o gol e mais nada, sai na frente a Universidad Católica quando Fuenzalida bate cruzado sem chances para Lampe e o placar é aberto em Huachipato. 1 a 0 para os comandados de Mário Salas.
Emoções de fato, só no segundo tempo em que o Huachipato voltou melhor e a Católica pouco fez. Empatou quando Soteldo lançou Carlos Ortega para empatar e no segundo gol onde a zaga da Católica estava uma baba.....jogada dele que o Ortega chegou de trás para virar o jogo e fazer o 2 a 1 no placar.
Para piorar a situação dos comandados de Mário Salas(que essa semana pode definir se fica ou não no comando da equipe), Santiago Silva se descontrolou e tomou o cartão vermelho até indo pra cima do árbitro, um papelão daqueles do atacante argentino que joga na Católica. E o Huachipato liquidou o perfeito segundo tempo quando teve mais um passe de Yeferson Soteldo em que Mateo Zoch aproveitou e deu números finais por lá. Deu Huachipato.






AUDAX/CORINTHIANS BATE COLO COLO NOS PÊNALTIS E É CAMPEÃO NA FINAL DA LIBERTADORES FEMININA 2017
Sim, me liguei na final do futebol feminino na edição da Libertadores da modalidade. E deu a melhor equipe, a equipe mais superiora na competição.
Primeiro falar do lado chileno que lutou, batalhou, porém negligenciou nas penalidades e faria uma façanha em ser campeão perante a uma equipe superiora e fez a dela que é jogar recuada e aguentando pressão e atacando só na boa. Já o Corinthians, foi o dono de jogo, foi superior, perdeu alguns gols e depois cansou na reta final de jogo, mas nas penalidades a goleira Lelê foi soberana, brilhou ainda mais na hora apertada em que por 2 vezes o título seria colo-colino. Título justo e sofrido para o lado Corintiano.
E acham que só tem ruindade de arbitragem no nosso futebol? A Arbitragem de jogo foi péssima, não vi uma câmera(até também as imagens vindas do Paraguai nem dá pra tirar tanta coisa) a mostrar o cartão vermelho embora aconteceu e num lance que não houve nada, no máximo amarelo pra chilena e para a brasileira. Sem contar em outras coisas que conseguiu estragar o jogo e não deixar as duas equipes jogarem.
Mas no final, deu Audax/Corinthians na penalidade e graças a goleira Lelê.

Observações, Opiniões e tudo mais nesta madrugada

Vamos aos destaques!
Blog nas Redes sociais é assim:
Facebook: Facebook.com/blogdoigor05
Twitter: @blogdoigor05



-Claro que começarei falando do "Levir demitido e o novo treinador é o Levir". Tudo não passou de uma voltada atrás que os jogadores pediram ao presidente do Santos Modesto Roma que Levir fosse ficar no grupo. Só que agora, os jogadores pedindo essa volta que foi aceitada pelo o presidente.....precisam render mais, precisam jogar ainda mais quem sabe que pode jogar mais e não quem é ruim. Não é surpreendente coisas assim dentro do nosso futebol brasileiro.
-E onde estão aqueles que chegaram a cravar Mano Menezes no Palmeiras após a notícia que ele fica no Cruzeiro? Não duvidem se forem chutar em se tratando de Jair Ventura.......é aquele jornalismo que existe chutes, pouco acerto e pouca apuração, e a pessoa que estuda jornalismo ou até aquela que não é do ramo mas acompanha o mundo esportivo.....fica cansado de tanta deturpação do bom exercício de alguma profissão, alguns usam o diploma como papel higiênico e aí que o perigo mora.
-Futebol, série B do Brasileiro que teve 4 jogos nesta noite de sexta-feira. Começo com o que aconteceu no Brinco de Ouro em que o 2 a 0 pareceu pouco para a bola jogada pelo o Guarani sobre um Juventude que vai descendo ladeira abaixo, podia ter feito muito mais durante o jogo contra um Juventude que mal chutou a gol. Já o CRB e o Náutico, também vão dando passos largos a querer cair. O Náutico jogou mal, e viu o ABC ser eficiente em Caruaru para ganhar de 2 a 1 seu jogo, já o CRB estava até indo bem, tinha saído na frente, mas tomou o gol no final do primeiro tempo e na segunda etapa não conseguiu chegar a vitória ficando no 1 a 1 contra o Boa Esporte em casa.
E o Figueirense? Deixou a vitória escapar com 49 do segundo tempo, no último lance de jogo para o Ceará mesmo jogando no Castelão.
-Saiu a convocatória Argentina com os jogadores do exterior, e sem Higuaín....assim segue a vida nos comandados do Sampaoli. Já o Brasil, teve Tite convocando e se por um lado o Tite vai mantendo a base, do outro segue as convocações sem nenhum tipo de justificativa de merecimento....pois é.
-E não é que a FIFA acolheu a denúncia entre Peru x Colômbia numa possível partida arrumada? Pois é, foi até uma das primeiras notícias do dia, cenas dos próximos capítulos. Enquanto isso, os peruanos que jogam por aqui, falo de Paolo Guerrero, Cueva e Trauco foram convocados por Gareca para a repescagem contra a Nova Zelândia em Novembro.
-Numa boa: Porque não possamos discutir de forma decente, de forma justa e sem termos nos quais levam até para outros lados em que não se respeita a opinião e nem o gosto alheio o que falta para certos esportes não engrenarem ainda? Até gosto da repórter que toca nesses assuntos de tentativa de melhoria da modalidade, mas porque não podemos discutir sem aqueles termos que já são usados na política, hein! É o que penso, até para tentarmos buscar algo para melhorar modalidades no nosso país.
-No Tênis, eis aqui os resultados do dia: http://tenisbrasil.uol.com.br/resultados/2618/sexta-feira/
E não sabia que Ricardo Hocevar virará treinador de tênis, hein! E Paris em seu Masters 1000 último da temporada como sempre, mudará até a cor da quadra. Alias, Paris em outros tempos tinha essas cores: https://www.youtube.com/watch?v=MVOuwK0ZHu8
-No Vôlei, noite de Superliga Feminina: Bauru virou o jogo contra o Fluminense e venceu por 3 sets a 1, já SESC Rio e Hinode Barueri fizeram um jogaço de vôlei com direito a lesão feia da Gabi Guimarães(A Gabiru), Barueri do Zé Roberto que chegou a estar liderando por 2 sets a 0 mas tomou a virada. Teve também o Praia Clube fazendo 3 sets a 0 em São Caetano e sem falar no time de Osasco que apresentou reforço peruano mais cedo, ganhando por 3 sets a 2 contra Valinhos no sufoco.
Neste sábado, o Brasília Vôlei jogará até com a promoção de apresentação de 1 pacote do Café do Sítio para pagar meia entrada em Taguatinga contra o SESI-SP. Jogo que o rádio irá acompanhar pela Esportes Brasília e BSB Sports nas opções que virão durante a temporada quando jogaram em casa, vida dura para o Brasília Vôlei. E o masculino terá a rodada neste final de semana também.
-Super 20 da LNB Argentina e a Liga Uruguaia acontecendo: 4 jogos na noite argentina e 5 na Uruguaia.....haja basquete, e tem quem diz que só na NBA que isso existe. Na LNB Argentina no Super 20 teve o San Martín vencendo jogo na prorrogação em cima do Regatas em ótimo jogo(com direito a queda de energia, demora por causa dos problemas no placar dos 24 segundos) e vitória por 92 a 87, já em outros 3 jogos do dia tivemos o Olímpico vencendo o clássico de Santiago Del Estero contra o Quimsa por 89 a 76, já a La Unión venceu por 82 a 75 o Comunicaciones e o Instituto venceu em Salta o Salta Basket por apertado 94 a 93.
Já na Liga Uruguaia, até cheguei a ver um pedacinho do televisionado em que o Defensor Sporting dominou desde o começo e venceu o Goes por 94 a 84 no fim. Já em outros jogos, Aguada venceu o Biguá por 75 a 55(Aguada que está querendo fazer invasão uruguaia ainda mais se for confirmado a realização do grupo da segunda fase da Liga Sul-Americana no Maracananzinho igual outra vez), o Nacional fez 72 a 54 no Trouville, o Olímpia venceu fácil por 84 a 56 o Bohemios e o placar que me fez surpreender no dia que foi o passeio do Urunday mesmo sem Emílio Taboada por 85 a 66 sobre o Hebraica y Macabi.
-E logo mais começará a Liga de Desenvolvimento nossa que está de volta, gostei da prévia da turma do Basquete 360: http://www.basquete360.com.br/2017/10/20/ldb-comeca-nesse-fim-de-semana-rio-e-curitiba-recebem-os-primeiros-jogos/
-E o Oveja convocou a seleção Argentina para o começo das eliminatórias em que jogará os 2 primeiros jogos em La Rioja, e vamos Argentina: http://www.cabb.com.ar/lista-de-buena-fe-de-la-seleccion-para-afrontar-la-primera-ventana-de-eliminatorias/
-2 amistosos, 2 vitórias Minas-Tenistas: Assim Minas x Liga Sorocabana fizeram amistosos pouco divulgados por aí e que se tivesse gente transmitindo em Sorocaba seria ideal, mas tem praças que estão nem aí pra isso: http://ultrasdaarena.blogspot.com.br/2017/10/preparacao-exito-total-em-sorocaba.html
-E não é que o novo treinador da seleção brasileira masculina será "Aro" Petrovic que treinou a Croácia nos Jogos Olímpicos do Rio 2016? Na próxima semana como até os sites mais especializados informam, o Sportv no seu Sportv News cravou o Petrovic chegando a próxima semana, algo que a CBB deve confirmar nas próximas horas.
Volto a pensar que nenhum treinador dará jeito na seleção brasileira. Mas o Petrovic terá um desafio daqueles, ainda mais na nossa parte basqueteira que tem MUITA GENTE que fica reclusa a aceitar o conhecimento de quem é estrangeiro como se o nosso basquete não precisasse disso. E o que teve de nome girando nesse meio como Guerrinha, Gustavo de Conti(que até muitos da imprensa o queriam jogar ele lá) e Marcel. É esperar pra ver, embora volto a dizer que ninguém dará jeito e que o Petrovic terá parada dura podendo estrear contra o Chile na nova fase de eliminatórias em jogo que será jogado em Osorno e não em Santiago como tem falado por aí.
-Vou fechar a postagem, informando de mais basquete. Nesta sexta, teve jogo 4 enquanto Franca espera o finalista entre Mogianos e Paulistanos.....o jogo 4 teve o Paulistano forçando o quinto jogo e vencendo por 78 a 68 em que Mogi reclamou demais da arbitragem. Neste final, segunda feira é o jogo 5, o jogo que decide para saber quem vai a final pegar Franca no Paulista de Basquete.






É isso. Lembrando que neste final de semana, como tem coisas aqui rolando.....no sábado e no domingo, vamos separar o clássico "O que o Blog do Igor acompanhou...tal dia?". Assim será, assim a banda toca, nem que a madrugada tenha a atualização.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Na prorrogação, Quilmes vence Weber Bahía no Super 20 da LNB Argentina

Foto: Carlos de Vita




Super 20 da LNB Argentina, e o duelo em Mar Del Plata que foi o outro jogo da noite no basquete argentino. Definição foi na prorrogação em que o Quilmes levou a melhor no 87 a 86(empatados em 79 no tempo normal).
Sem perda de tempo, gostaria de falar do jogo em que o Quilmes foi um nos primeiros 20 minutos, mas viu o Weber Bahía reagir no jogo a ponto de conseguir a forçar a prorrogação e na prorrogação a questão de momento foi um não cortar com falta a posse do Quilmes que tinha a vantagem do relógio de posse para o placar de apenas 1 segundo de diferença. Porque não cortaram com falta nesse detalhe?
No primeiro quarto, tivemos um Weber Bahía muito mal, sem contar nos pontos fortes anulados e o Quilmes com Ricky Sánchez, com Ivan Basualdo....o "Cervecero" simplesmente foi impecável no primeiro quarto com direito a 24 a 11(sendo que estava 17 a 5 em grande parte do quarto, restava 3 minutos e o Weber Bahía nesta dificuldade ofensiva) no fim para os comandados de Javier Bianchelli. No segundo quarto, Quilmes se tornou errático e irregular. Mas ao mesmo tempo disso, o Weber Bahía não pode reagir no jogo, porque seguia nessa dificuldade no ataque e nisso o Quilmes acabou mantendo uma vantagem de 17 pontos que não parecia que seria tão tirada assim. 38 a 24 no fim do primeiro quarto para o Quilmes.
Na volta do intervalo, tudo mudou. Sem Anthony Johnson em quadra, bastou aos brasileiros Daniel Bordignon, Gérson a darem conta do recado e tiveram seus minutos de rotação em que ajudaram demais a equipe "bahiense". Sem contar no começo de aparição de Parodi. Até teve a parcial de 15 a 7 numa sequência, mas o Quilmes no fim manteve a frente no placar e a vantagem de 6 pontos que ainda estava 58 a 52 para Quilmes.
Mas no último quarto, se tudo tinha mudado no terceiro, no quarto então mais ainda quando o Weber Bahía chegou na partida de vez, a ponto do empate acontecer e olha que o Eric Flor teve a chance da vitória no tempo normal, mas empate em 79 e prorrogação. Na prorrogação quem diria que Ivan Basualdo seria importante para o Quilmes hein, embora surgiu a jogada que o Weber Bahía deveria ter cortado com falta no fim.
Deu Quilmes, num bom jogo em Mar Del Plata.
Cestinhas/Maximos Puntuadores: Quilmes teve Nico Ferreyra com 21 pontos, 16 para Ivan Basualdo, 16 para Basabe e 13 para Eric Flor. Já o Weber Bahía teve 25 pontos de Santiago Vaulet, 16 pontos de Luciano Parodi, 13 do Fjellerup, 11 do Daniel Bordignon e 10 do Hernán Jasen.(OBS: O Gérson teve 3 pontos, mas esteve em um bom tempo de quadra e ajudou até bastante como tem feito nesta oportunidade única de viver numa cidade que tem basquete e em todo o projeto existente do Weber Bahía).

No Super 20 da LNB Argentina, Ferro vence Hispano

Foto: La Liga Contenidos



Jogo resolvido na reta final, assim Ferro x Hispano Americano se encontraram no Héctor Etchart em Buenos Aires. 90 a 86, o assunto da postagem aqui. O Ferro que pode após sábado em que realiza seu último jogo contra o San Lorenzo fechar em segundo ou em terceiro se tratando de posicionamento de playoffs:
Fica em segundo o Ferro se:
-Ganha
-Perde e o Hispano ganha do Obras
Fica em terceiro o Ferro se:
-Se perde e Obras vence Hispano


Sobre o jogo, tivemos um primeiro quarto de puro equilíbrio. Austin, O´Bannon e Byró do lado do Hispano e do outro lado o Ferro com Balbi e Cowan foram os nomes do equilíbrio no jogo de xadrez feito em todo o quarto. Mas no fim, o Ferro ficou na frente e terminou no 20 a 15 para os comandados de Ariel Rearte.
No segundo quarto, o jogo seguia no mesmo padrão. Tudo bem que no duelo de bancos de reservas, o Hispano teve alguns minutos do Paletta por exemplo que foram super importantes no jogo. No lado verdolaga, se via o Harper carregando o time nas costas em todo o quarto, até a volta da dupla Austin-O´Bannon que mantiveram o Hispano na frente. 45 a 44 para os de Marcelo Richotti na chegada de intervalo.
Na volta de intervalo, o Hispano defende melhor e volta até abrindo 6 pontos de frente, mas o Ferro conseguiu reagir e encontrar um pouco de espaço além da reta final do quarto em que Ariel Ramos com seu pouco tempo de quadra fez ser destaque para que o Ferro fique na frente 68 a 66, alias...tem jogadores que ficam pouco tempo em quadra e que conseguem ser bem utilizados, sabe?
No último quarto, o Ferro chega a abrir 11 pontos de frente, mas consegue relaxar até fazendo o torcedor lembrar na memória o jogo contra o Boca em que deixou a vitória escapar. O Hispano com muito esforço fez baixar a vantagem, e no último minuto até colocou apenas a 1 posse de bola, mas o Ferro liquidou o jogo através dos lances livres e foi para a vitória.
Cestinhas/Maximos Puntuadores: Ferro teve 19 pontos do Harper, 15 do Cowan, 12 do Baxley e 11 do Balbi. Já o Hispano teve 20 pontos do Mariano Byró, 18 do O´Bannon e 13 do Austin.

Na LUB, Larre Borges reage e vence Welcome

Foto: Jordan Belfort Jr(@juanmasoto1891 no twitter)



Jogo pra iniciar a rodada na Liga Uruguaia de Basquete e o Larre Borges volta a vencer jogo, a da vez contra o Welcome e com Esteban Batista em quadra(alias estão falando que Esteban Batista pode ser emprestado para jogar a segunda fase da Liga Sul-Americana por Aguada), é do 80 a 74 que o blog destaca na postagem. Jogo que ainda teve os problemas na tabela, que fez a partida começar atrasada. Aliás no quesito jogo, vamos contar um pouco mais sobre o que se passou no Romeo Schincha, ginásio do Larre Borges. Primeiro quarto teve até um começo animado, mas depois o Welcome(a "Doble W) simplesmente tomou conta com direito a Tucker e a Meira ajudando na pontuação, em que terminou o quarto na frente, 21 a 16 para os comandados de Javier Espíndola(que já treinou o Aguada).
No segundo quarto, por mais que o Larre Borges fez até uma sequência de 6 a 2 para encostar no marcador, mas Glover esteve imparável, estava numa noite daquelas que fez o Welcome seja em qualquer defesa montada do lado do Larre, não adiantava nada. Nisso, o Welcome fez abrir vantagem e abriu 43 a 29, com Larre sem se encontrar de fato. O quarto que terminou em 47 a 35 no fim do primeiro tempo em favor do Welcome e se quisesse até poderia ter liquidado o jogo sem nenhuma surpresa pela a forma que as duas equipes estavam opostas no quesito atuação em quadra.
Na volta do intervalo, uma pena que não temos certa twitteira que grava os instantes finais de jogo como de costume em jogos do Larre Borges hein! O Welcome chega a abrir 15 pontos de frente, mas aos poucos com Rodríguez, com Alex Lopez e com uma forma diferente de mudar além de trabalhar com calma a posse de bola, a retirada da vantagem estava por questão de tempo e até se colocando a 6 pontos atrás da equipe do Welcome que sentiu esse momento e aos poucos não conseguiria administrar embora terminou na frente, 65 a 58 antes do último quarto.
No último quarto, surge a reação que faz o torcedor empurrar junto no ginásio do Larre Borges e enquanto o Welcome montou um time que achava que só o Batista resolve tudo e que dará conta de jogar quase 40 minutos todo jogo.......o Larre usa o seu conjunto para tirar a vantagem e sem contar nas jogadas no 1 contra 1 de Lucas Lepiani que vira o jogo além das bolas de 3 e o camiseta 3 da equipe do bairro La Unión decidiu o jogo e venceu uma partida de virada com direito a esse poderio de reação notável no lado do Larre Borges.
Festa em La Unión, festa do Larre Borges que vence o Welcome. E os outros jogos da LUB? A rodada continua amanhã com 5 jogos: Goes x Defensor Sporting(jogo até que será o da TV por lá), Aguada x Biguá(sem público), Urunday x Hebraica y Macabi, Olímpia x Bohemios e Nacional x Trouville. Já ouvi rádio dizendo que o jogo padrão será Aguada x Biguá, e ouvi outra rádio falando que o jogo comando seria o jogo do Trouville.
Cestinhas/Maximos Puntuadores: Larre Borges teve 20 pontos do Lucas Lepiani, 13 do Johnson e 10 do Marshall(que depois do intervalo não voltou mais, o treinador viu que tirando ele solucionou o problema quando entrou Rodríguez). Já o Welcome teve 26 pontos do Glover, 14 do Tucker e 11 do Esteban Batista.





ENQUANTO ISSO, O BASQUETE URUGUAIO SEGUE SEM CRESCER.....
Sim, as punições de 3 jogos de portões fechados para Aguada e Goes após o que ocorreu no encontro das equipes e as dirigências dizendo que não irão cumprir a punição.......é barbaridades atrás das outras, e nada cresce no basquete uruguaio, é impressionante. E ao visto, incrementaram no meio aquele cartaz de gente do Goes comemorando morte alheia com o sinal de -2.

Vitória leva vareio, perde do Guaros e é eliminado da Sul-Americana de Basquete

Foto: Marlon Ribeiro




Surra, vareio, derrota feia......todos os adjetivos são encaixados numa partida que do início ao fim teve vitória do Guaros por 89 a 62 em jogo que estava resolvido desde metade do terceiro quarto com muita amplitude de fato.
Não tem nenhuma justificativa em números e em nada, simplesmente dá pra falar que o Vitória não jogou bola em nenhum dos 3 dias de competição, após tanto esforço colocado para sediar a sede no bairro de Cajazeiras. E olha que preciso confessar que estava numa expectativa danada com relação a equipe de Régis Marreli por tudo que foi feito, por mais que a parte física ou a parte de preparação não é a mesma de outros clubes do país, sem falar que é nítido que alguns jogadores não apareceram como deveria também. Se na quarta estavam com problemas para marcar David Doblas, o que dirá no quesito marcar Echenique e Colmenares que simplesmente JANTARAM o garrafão baiano? Sem falar em Heisler Guillent que fez o que quis, achando espaços como quis e o Guaros desde o começo deu o famoso show no ataque, a defesa totalmente a dedo de Fernando Duró que se deixarem ele com tempo na Venezuela conseguirá fazer algo com o Guaros, mas também com a seleção venezuelana que pode dar extremos trabalhos positivos futuramente. E é algo notável perante aos times de Che García, não é aquela pelada vista, não foi aquela pelada vista de só atacar e defender de menos, o Duró gosta de mais defesa e isso é um fato constado em seus times treinados, sem falar no investimento que tinha que ser feito para tal qual com direito a Nate Robinson, Duda e Touré no circuito das contratações ao contrário do país que anda mal das pernas e até da sua cidade que anda cheia de insegurança como é Barquisimeto, o clube vai nessas temporadas anormais, até beiraria a uma investigação que não conseguiriam completar.
No começo, já estava 9 a 0 para o Guaros, e quando o Vitória foi jogar algo, já estava dominado pelo o Guaros. A coisa estava tão feia durante o jogo, que era bolas perdidas, contra-ataques errados além do vareio de bola levado praticamente o tempo todo. Até os placares vou citar para vocês como terminou os 3 primeiros quartos, já que o panorama da partida foi o mesmo(No Vitória Nick Okorie salvou o time do pior. se é que dá pra dizer assim, foi o único a se salvar no meio de tanto vareio): 21-13 no primeiro quarto, 38 a 27 que por mais que a defesa do Vitória deu uma melhorada o ataque seguia mais feio do que eu e 62 a 40 antes do último quarto que só foi um protocolo para todos os outros de ambos os lados terem o seu tempo de quadra.
Uma das melhores partidas, contundentes do Guaros em todos esses anos ainda mais quando jogou fora de casa. A gente que acompanha basquete sabe que o Guaros de Lara tem a sua força quando joga no Domo Bolivariano em Barquisimeto, até falando numa fraqueza da equipe, mas a atuação feita nesses 3 dias de competição jogando no Poliesportivo de Cajazeiras foi algo contundente ainda mais fora de casa, espantou aquela situação de que "só sabemos jogar em Barquisimeto". E falo isso sem exagero, porque sou um dos primeiros a esculhambar, mas posso ser um dos primeiros a elogiar. Já o Vitória.....vou explicar mais o que de um time que se quer fazer algo na temporada....é bom jogar basquete, porque andou devendo. Venceu o Malvín no sufoco que se jogasse bola certamente venceria numa contagem maior, perdeu para o Estudiantes até faltando a inexperiência de jogar uma competição internacional faltando até inteligência a ponto de negligenciar bolas e nesta quinta....o vareio foi daqueles que não sei se levarão como aprendizado para a temporada, mas foi até um placar pouco perante ao que foi todo o jogo. O Vitória está fora da próxima fase da Liga Sul-Americana e terá que voltar a realidade de NBB além de torneio amistoso promovido pela LNB que será a tal Copa Avianca daqui a alguns dias(torneio esse que tem até dirigente batendo palma, porque o Sportv só passará uma final que talvez não chegará, torneio amistoso), Liga Sul-Americana que agora só espera o campeão do grupo D para formar os grupos da segunda fase. Grupo D que será semana que vem e só o campeão passa, e honestamente? Qualquer resultado que não dê o Olímpia do Paraguai que tem Javier Martínez no elenco(ex Regatas Corrientes) é pura zebra.
Cestinhas/Maximos Puntuadores: Guaros de Lara teve 3 jogadores com 13 pontos cada(Duda, Colmenares e Echenique) e 2 com 11 pontos cada(Guillent e Bethelmy). Já o Vitória, o Universo Vitória teve 21 pontos do Nick Okorie(o único que se salvou do lado baiano) e 11 do Kenny Dawkins.
Guaros segue na competição e Vitória fica pelo o caminho e precisa acordar pra temporada, é algo a ser dito que muitos vão achar ruim, mas paciência, to acostumado a também levar essas, eu confesso que fiquei decepcionado com a produção da equipe, e acredito em algo melhor da equipe. E se eu te falar que tenho me surpreendido com coisas nesta Liga Sul-Americana.....não é brincadeira.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Série A 2017 nesta quinta

Fotos do post: Marcelo Medeiros/ Estadão Conteúdo, Celso Pupo/Fim de Jogo, Alex Silva/Estadão Conteúdo e





VITÓRIA 2 X 3 ATLÉTICO PR
Começamos com o que se passou no Barradão, em que o Vitória segue sem vencer no Barradão e nem o sal grosso jogado as 3 da manhã por um torcedor adiantou algo na Bahia, não é em todas que o sal grosso vence. O Atlético Paranaense na base da eficiência chegou ao resultado e a noite foi sabe de quem? Daquele atacante, que só sabia fazer gol no Fluminense e eis que brilhou na noite do Barradão....falo do Ribamar que fez 2 gols e pelo o alto, botando o Atlético a vencer jogo no duelo dos rubro-negros.
A partida começou e aos 4 minutos saiu o gol do furacão quando em escanteio cobrado o Ribamar sobe de cabeça mais alto que todo mundo e cabeceia sem chances para Caíque abrindo o placar e botando o Vitória em maior tensão. O Vitória que na etapa inteira só quis buscar 500 mil cruzamentos na área sem sucesso e sem organização alguma, até que surge a penalidade que Neílton cobra e deixa tudo igual por lá, 1 a 1.
Na segunda etapa, o Vitória voltou bem melhor, dominava o jogo e até de cara virou o jogo em jogada de David que invadiu a área e rolou rasteira para o colombiano Santiago Tréllez só tocar e virar o jogo, 2 a 1 no placar e com 4 minutos do segundo tempo. E olha que durante a segunda etapa, ou seja, em grande parte dela nem parecia que o Atlético teria força para empatar o jogo, algo que era nítido no jogo.
Quando tudo parecia que teria vitória no Barradão, 20 do segundo tempo e todo mundo livre no cruzamento que Lucho González ajeita e Douglas Coutinho deixa tudo igual e a virada do Furacão veio quando Ribamar tocou de cabeça mais um cruzamento e cabeceou livre para a virada acontecer e se não é o Caíque no contra-ataque....teria tomado o quarto gol. Bastou minutos, minutos esses que me fizeram lembrar o jogo do San Carlos de Apoquindo em que o Atlético teve esse poder de reação e consegue vencer um jogo que o Vitória mostra a sua insegurança ainda mais quando toma gols.
Deu Atlético PR na Bahia.





FLAMENGO 4 X 1 BAHIA
Flamengo em noite boa inclusive no segundo tempo e Bahia simplesmente perdendo a primeira no comando de Carpegiani. 4 a 1 em alto estilo para o Flamengo do Rueda em que aos poucos os resultados vão mantendo o treinador que costumeiramente é pressionado até por muitos que ficam indignados de fato porque treinador estrangeiro não pode ter espaço aqui ou que acham que tem que vir como vara de condão para tal.
Tirando as duas defesas que Diego Alves fez nas chances do Bahia na primeira etapa, a primeira etapa não teve tantas emoções embora o Bahia até conseguiu segurar o que vinha do outro lado. Mas na segunda etapa, ela veio junto dos gols......logo aos 5 minutos, escanteio batido e Réver apareceu na área para abrir o placar, 1 a 0 Flamengo.
Depois disso, o que o Bahia perdeu jogador lesionado se vendo a queimar alteração antes da hora....não estava escrito. Foi um na primeira etapa e o Edigar Júnio na segunda etapa e minutos depois tome pênalti no Hernane que tinha entrado justamente no lugar. Empate do Bahia aconteceu, gol do Bahia no pênalti cobrado por Steven Mendoza. 1 a 1.
Mas quase a seguir, alguns minutinhos o Flamengo que já estava melhor no jogo veio em outro escanteio que Réver desvia de cabeça e o placar foi ampliado quando na penalidade, toque de mão no Lucas Fonseca, Diego cobra e marca. 3 a 1. E ainda deu tempo do quarto quando Diego recebe a bola na área, gira e marca.
Atuação convincente do Flamengo e o Bahia perde o fio da meada e o jogo perante a tudo que foi desenhado no próprio jogo.





PALMEIRAS 2 X 0 PONTE PRETA
4 meses depois....gol a ser feito, assim é Borja na noite do Pacaembu contra a Ponte na vitória que teve gol dele, merecia até a foto porque era o destaque, é o assunto a ser dito.
E não duvidem que nas próximas horas, ficarão minutos nos programas de debate falando do tal lateral batido rápido porque o gandula ajudou a repor rápido(não repôs rasteira e sim correndo) e até vão usar aquela da gandula que ficou famosa no Botafogo....não duvidem que o teor das notícias quando estiverem falando de Palmeiras x Ponte Preta, perante falar ao que é pertinente.....fica uma meia hora falando se isso é correto ou não. É a realidade da nossa imprensa atual, a imprensa que ganha cortes como em todas as profissões devido a crise que estão tentando sair, mas os assuntos ao invés de falar de jogo....acabarão sendo esses, não duvidem e até se você tiver achando um saco, é bom mudar de canal ou desligar a TV perante tanta falta de pauta que logo logo teremos.
Sobre o jogo, sabe que eu gostei da partida apesar do 2 a 0? Até que o jogo foi bom, correria de começo com as duas equipes tentando jogar futebol. O Palmeiras impondo jogo e a Ponte nos contra-ataques sendo que em um deles o Naldo chuta no cara a cara e Fernando Prass salva o verdão, alias contra-ataques sempre nas costas do Egídio, algo que todo o time sabe mas poucos executam. Mas aos 27 minutos veio o gol Palmeirense que explodiu o Pacaembu que mesmo com 17 mil e alguns pagantes conseguiu muito barulho como se fosse 30 mil. Willian recebeu pela esquerda e cruzou para Moisés. O meia chutou para defesa de Aranha, mas Keno aproveitou o rebote para driblar o goleiro, ter a visão do gol e marcar o placar aberto no Pacaembu, 1 a 0.
Na segunda etapa, o panorama ficava praticamente o mesmo embora a Ponte tinha que se abrir, tinha que tentar algo e se viu encurralada sem muito o que fazer. Até que 27 do segundo tempo, passe de Keno para Borja e o colombiano dribla o goleiro e toca de cabeça para conferir o gol....o gol que pode espantar a bruxa(o famoso soco na cara da bruxa, como diria um narrador de rádio, falei de você Sérgio Murilo aí em Floripa) do atacante e pode significar uma fase melhor pra ele. E depois disso, só o Palmeiras administrou o resultado e correu para a vitória, já a Ponte segue complicada na zona de rebaixamento e lá fazendo outra força para cair.




SPORT 1 X 1 SANTOS
Sport tropeçando em casa, após passar minutos em que esteve melhor. Já o Santos....viveu de Vanderlei dentro da Ilha do Retiro para se salvar do pior em outra atuação ruim do Santos.
O Jogo tinha começado com contra-ataque aos 3 minutos em que Jean Mota lança Ricardo Oliveira, que ganha na corrida de Durval e bate de esquerda, rasteiro para abrir o marcador para o Peixe na famosa determinação, 1 a 0.
Depois disso, em qualquer rádio e TV se ouvia o nome Vanderlei falar mais alto. O Goleiro que está numa fase daquelas, além de sempre ser goleiraço que é desde os tempos de Coritiba começou a dar seu cartão de visitas no quesito milagres. Sem falar no Diego Souza tentando nas jogadas individuais fazer algo, mas sem sucesso.
Na segunda etapa de jogo, ataque contra defesa. Sport em cima e Santos todo recuado tomando calor e pedindo pra Vanderlei fazer milagres, e nisso o rubro-negro pernambucano perdeu algumas oportunidades de empatar e de tanto insistir empatou quando quando Rogério marcou em um lance bem sem querer mesmo. O atacante rubro-negro Pernambucano cruzou, a bola passou por toda área e foi entrar direto para o gol tocando na trave e entrando....1 a 1. E gols perdidos como o de Kayke não se perdem em jogo desses e no final empate na Ilha do Retiro.

Histórico: Estudiantes de Concordia vence Malvín e classifica na Sul-Americana de Basquete

Foto: Marlon Ribeiro



Se é com primeira colocação, se é por segunda colocação.....isso pouco importa para a turma do Estudiantes de Concordia. O que interessa é a vitória e a classificação pouco importando o que se passará na segunda hora, vitória em cima do Malvín que vai de mãos vazias e eliminação na mão por mais que tinha chances na loucura que se tornou o grupo C da Liga Sul-Americana em Cajazeiras. É o 66 a 56 que o Blog destaca na postagem.
E sem firulas, vamos falar da partida. Primeiro quarto em que teve um placar muito baixo, de duas equipes errando demais e o jogo de puro nível baixíssimo, nisso o "Playero" aproveitou demais para anular a dobra com o Doblas lá dentro e pagando pra ver os chutes de 3 vindos de fora e com a organização no ataque vindo com Mazzarino e Cabot para manter a dianteira no placar além de rebotes pegados por Hátila Passos e nisso fechou o quarto na frente por 15 a 12, Malvín na frente.
No segundo quarto, o Estudiantes melhorou o aproveitamento nas bolas de fora inclusive com Rigoberto Mendoza e Leandro Vildoza, sem contar no Domínguez que foi ser importante no dia de hoje já que o Buljan ficou de fora e só volta na próxima fase do torneio. Nisso, o Estudiantes abriu frente além de virar a partida e começou a dominar as ações, para terminar o quarto na frente por 37 a 28.
A partir daí, o Malvín em nenhum momento teve aquela aproximação no placar, isso foi nítido na volta de intervalo. Cada vez que a equipe uruguaia encostava no marcador, vinha uma bola de 3 do Leandro Vildoza, do Mendoza ou alguma bandeja eficiente do Doblas. E olha que o teor do jogo nos 2 últimos quartos foram bem esses, e nisso o Estudiantes de Concordia fez com que a vitória viesse, a comemoração de torcedores, do banco e dos jogadores foi incontida e a classificação aconteceu, méritos dos comandados de Lucas Victoriano a jogar a próxima fase.
Só falta saber agora se Guaros ou Vitória chegarão lá, o Vitória terá que vencer com um saldo e o Guaros mesmo perdendo por uma certa vantagem, se classifica. Festa argentina, festa do Verde de Concordia, já o Malvín voltará a sua vida na Liga Uruguaia em que na segunda feira enfrenta o Biguá em Villa Biarritz, alias para o Malvín.....basta de Robinson e Garrett, não dá mais.
Cestinhas/Maximos Puntuadores: Estudiantes teve 13 pontos do David Doblas, 12 do Rigoberto Mendoza e 10 do Leandro Vildoza. Já o Malvín teve 11 pontos do Nico Mazzarino, 11 do Cabot e 10 do Souberbielle.
Faça a festa galera de Concordia, deu Estudiantes e é histórico após um ano que só 2 da campanha anterior permaneceram, tiveram que remontar o time, tiveram que até apostar no Lucas Victoriano e ao menos nisso acabou dando lucros, a passagem a próxima fase de competição, o que vier é lucro.

Observações, Opiniões e tudo mais nesta quinta

O que tem de coisa para ser dita.....não está escrito viu!
Lembrando que nas redes sociais, o blog está assim, ó:
Facebook: Facebook.com/blogdoigor05
Twitter: @blogdoigor05 



COMEÇO COM O ESPORTE DE BRASÍLIA......
Ouvia o Felipe Igreja no seu quadro dentro do CBN Brasília da Rádio CBN em Brasília falando do esporte local(http://cbn.globoradio.globo.com/media/audio/130218/brasilia-volei-tera-caminhada-longa-e-dificil-na-s.htm), falando de Brasília Vôlei e do esporte local(também falou de Cerrado Basquete, mas sem novidades para a turma que acompanha o blog e viu semana passada a entrevista com o Dimitri Rodrigues, dono do projeto do Cerrado Basquete).
Me atento ao que acontece primeiramente com o futebol de Brasília em que baseia-se no Baiano que irá jogar pelo Real FC, ele que girou times em Brasília e até segundo o próprio será a última temporada como jogador de futebol. E até falando de esporte de Brasília, Evilásio de Almeida(que já foi jogador, já foi volante) irá treinar a equipe que mandará jogos no Cave, falo do próprio time do Real que foi um dos primeiros a se mexer para 2018.
Já com relação ao Brasília Vôlei, Brasília Vôlei que joga sábado contra o SESI-SP em Taguatinga, que está com suas redes sociais totalmente largadas, que deve ter as rádios de Brasília nesse meio transmitindo(Esportes Brasília e BSB Sports, talvez alguma outra que tenha William Souto narrando), só que ouvi o Sérgio Negrão na entrevista e vejo gente pedir paciência para um elenco que todos sabem que existe uma ruindade técnica notória e quem acompanha o Vôlei mais tempo, sabe bem disso. Sonham com um playoff que já seria uma vitória daquelas perante a tudo feito, tudo planejado(mal planejado), até cheguei a comentar por ai que tá sim com uma cara de despedida de temporada e de transparência zero como aconteceu com o Uniceub Brasília a seu fim, que situação que terá gente dizendo que torcemos contra o projeto. Quem somos nós pra isso, só porque opinamos sem tem que fechar os olhos? Se tem outros que fecham os olhos, paciência....porque a realidade do Brasília Vôlei é essa, e até dura para quem trabalhará nos jogos.




SAIU AS TRANSMISSÕES DO NBB NO CLÁSSICO "WEB DA LIGA"
Abra-se as cortinas e começará em Novembro o NBB, disso todos estão sabidos. Dias atrás chegaram até a divulgar transmissões televisivas, e sem contar que aqueles acertos de TV´S locais e de times a transmitirem com imagens jogos que não são televisionados que chegaram a botar em frente e ao visto tem sido cheiro de cascata, sendo que as locais e a Liga podem conversar sobre isso e chegar num contrato assinado.
O Clássico Web Da Liga, ou seja, aquela transmissão que desde 2014 tem acontecido(com Guilherme Maia, Gérson Jr narrando jogos, Cadum, Miguel Ângelo da Luz comentando e a reportagem da Giovanna Terezzino além de convidados) do facebook da Liga para o mundo. Saiu a relação de toda a primeira fase com os transmitidos, e até pode mudar e deveria mudar esses transmitidos para atender o quesito tabela, o que seria flexível para todos ainda mais numa última rodada em que pode ter muita coisa em jogo. Eis aqui os jogos que estão previstos para passar por esta plataforma: http://lnb.com.br/noticias/parceria-renovada/
Agora contei aqui de forma especial quantos clubes terão transmissões dentro desta primeira fase pela Web da Liga e só Vitória e Basquete Cearense dos clubes que disputarão o NBB não terão transmissão de nenhum jogo por ela. O resto, está espalhado assim:
Flamengo: 6 transmissões
Liga Sorocabana e Pinheiros: 3 transmissões cada
Caxias, Campo Mourão, Paulistano, Bauru, Botafogo e Vasco: 2 transmissões cada
Joinville, Mogi, Minas e Franca com 1 transmissão cada, só Vitória e Basquete Cearense não passarão por eles.






-Ontem tivemos futebol, tivemos por exemplo o River Plate vencendo o Atlanta e indo as semifinais da Copa Argentina, goleada por 4 a 1. Já a Universidad do Chile deu um pontapé inicial para a final da Copa Chile embora venceu 2 a 0 o Antofagasta no Nacional de Santiago. Os gols dos jogos estão aqui: https://www.youtube.com/watch?v=dbriaiFbp8w e https://www.youtube.com/watch?v=nonmfTmfSFo(gol da La U pela Rádio ADN, já que não achei imagens do jogo).
-Ótima coluna do Edu César no Papo de Bola que deu destaque a recusa da liminar para que a Rádio Super Notícia não vincule a Voz do Brasil quando tiver jogo de jornada Esportiva. Alias, se vale pra uma, vale para todas, não? Eis aqui a coluna inteira até que mostra a BAND conquistando direitos para a Copa da Rússia em 2018(alias ouvi do José Carlos Araújo que narrava Fluminense x SP na Super Rádio Tupi do Rio que a emissora comprou os direitos e vai narrar a Copa do Mundo da Rússia): http://www.papodebola.blog.br/papodemidia/coluna/20171019.htm
-Como querem transformar algo em caldeirão, sendo que conseguiram aumentar a capacidade da parte visitante para sábado? Vai entender o que se passa no Heriberto Hulse que aumentou o espaço da visitante para a torcida do Internacional no jogo contra o Criciúma. 4 mil caberão na parte visitante, e o Criciúma fazendo campanha para que vire um caldeirão.....vai entender uma coisa dessas. Deu a louca neles.
-Hoje, daqui a pouco temos as duas semifinais da Libertadores Feminina em que River Plate x Colo Colo, Corinthians-Audax x Cerro Porteño irão jogar. As duas que passarão no Esporte Interativo para quem vive aqui no Brasil. Falei alias de seleção feminina, com Vadão de volta as meninas estão disputando um torneio que até é chamado de Copa CFA Youngchuan de Futebol Feminino, estreia por 3 a 0 e até com a Marta em campo jogando, a Marta que até se calou perante a demissão da Emily Lima.
-No Basquete, não é que Bauru mesmo com desfalques conseguiu vencer ontem e descontar na série? Pois é, série agora está 2 a 1 para Franca na melhor de 5 das semifinais do Paulista de Basquete, logo mais a noite Mogi pode liquidar a fatura jogando em casa contra o Paulistano as 8 da noite, a série entre bauruenses e francanos também é logo mais a noite.
-E não é que Lupa, ex Liga Sorocabana e muitos times irá reforçar o Pinheiros para completar a opção de pivôs na rotação do César Guidetti? É o que aconteceu, e foi até anunciado de forma oficial. Lupa que terá seus minutinhos de quadra já que Ansaloni é o titular e o Ware a ajuda na rotação na parte de pivôs da equipe. Tem gente que não twitta abertamente, mas fica falando pra mim que acha desnecessário uma dessas....e aí, hein?
-LUB(com Larre Borges-Welcome), Liga Argentina com o Super 20 rolando(Ferro-Hispano, Quilmes-Weber Bahía), Brasileirão da série A no futebol, rodada decisiva do grupo C na Liga Sul-Americana de Basquete em Cajazeiras, Salvador, Bahia.......podemos dizer que são destaques na noite esportiva do Blog do Igor. Se liga!
-No Tênis, os resultados do dia, e no momento que postamos o Del Potro ainda jogará pra defender o título em Estocolmo: http://tenisbrasil.uol.com.br/resultados/2617/quinta-feira/
-Resultados da quarta de Champions League: https://twitter.com/ChampionsLeague/status/920751840127578113 já a Europa League enquanto postamos e atualizamos o Blog....os jogos vão rolando.
-Tem venda de ingressos começando na Liga Futsal: Assim a ACBF de Carlos Barbosa começou no seu duelo de volta contra o Foz Cataratas a vender os ingressos, duelo do dia 29 de Outubro, e funciona assim ó: https://acbf.hiperingressos.com.br/detalhes-do-evento/sobre/
-E pra finalizar, além do absurdo do STJ mandar soltar o Nuzman.....quero fechar com um relato vindo da Liga Sul-Americana de Basquete e não falarei de contas complicadas para quem passar de fase não. Fico sabendo que não teve só torcida do lado do Estudiantes de Concordia além da torcida do Vitória, não é que teve torcida para o Malvín, uma espécie de 20 pessoas que vieram a Cajazeiras(o Diogo Lima que é do Arena Rubro-Negra) pode me falar isso mais cedo enquanto conversava por twitter, 20 pessoas na torcida pelo Playero e com direito a uma bandeirinha do Malvín vista no focar da câmera.






É isso, e logo tem mais Blog do Igor, movimentadíssimo nesta quinta-feira!

Tweets que valem.....

Costumo valorizar bastante o twitter, as vezes as sacadas inclusive no mundo esportivo transcendem esta rede social que faz aproximar de fato.
O Assunto é o lançamento da que agora querem chamar de Liga Argentina, sendo que trata-se da segunda divisão Argentina de Basquete(tinha a nomenclatura e pra muitos seguirá sendo chamada de TNA, Torneio Nacional de Ascenso) que lançaram ela ontem e que começará hoje com um jogo(envolvendo até o San Isidro que se preparou até com torneio amistoso no Uruguai e tem Julián Pagura como treinador).
O que mais se discute nessa próxima temporada é a possibilidade de ter um time da segunda divisão a conquistar a vaga a Sul-Americana de Basquete, o que seria um retrocesso tamanho até a modalidade na Argentina, algo que a trupe comandada por Fabián Borro quer destruir faz muito tempo. O que querem botando alguém da segunda divisão a disputar a vaga ao invés de aumentar os acessos para a primeira divisão(Por exemplo, caem 2 e sobem dois), é que nem aqui a Liga Ouro inventar esse detalhe. Sem falar na diferença de investimento que na LNB Argentina é uma coisa e na segunda divisão é completamente outra. Até busquei ir atrás, e dizem que vão inventar uma Superliga que seria o campeão do Super 4 da TNA contra o Super 20 da LNB Argentina e a série entre os dois seriam a definição de uma das vagas oriundas a Liga Sul-Americana de Basquete em 2018.
Esses 3 tweets definem o pensamento de muitas pessoas, tweets da Ison Patoco(que é torcedora clássica do Atenas de Córdoba), Basquet Shampein e o La Liga Para Todos.....acertaram na mosca e são os tweets que valem em se tratando do assunto.
Traduzindo os ditos: "Existem equipes do TNA que vendem frangos para viajar a 400 km´s num ônibus, imagina jogando a Sul-Americana"(Basquet Shampein)
"Várias equipes do TNA não podem sustentar uma temporada na LNB. Muitos nem se quer para a própria TNA. Através de qual lógica dão para premiar uma vaga para jogar a Liga Sul-Americana?"(La Liga para Todos)
"Mais acessos e menos Sul-Americana, gente. Não é tão difícil"(Ison Patoco)
Tweets que valem e fecho com eles!

O que o Blog do Igor acompanhou ontem?

Futebol e Basquete tomando conta deste que vos fala e o acompanhamento do Blog no quesito esporte de ontem, vamos a escolha de dedo do Blog do Igor sobre ontem.
Fotos do post: Marco Favero / Diário Catarinense, Marcelo Machado / Folhapress / CP, Agência Estado, Marlon Ribeiro(nos dois jogos da Sul-Americana) e Gonzalo Contreras/ La Red/ Continental Corrientes(Doble Potencia)



AVAÍ 1 X 1 BOTAFOGO, SÉRIE A 2017
Olha.....circunstâncias são circunstâncias e disso também existe dentro do Campeonato Brasileiro. Perante ao soneto que seria péssimo, o Botafogo se salvou do pior na Ressacada, alias falou em jogar em Florianópolis seja na Ressacada como no Scarpelli, parece que o Botafogo não sabe mais jogador nesses dois lugares, só perde e comemora empate, parece impressionante isso. A dupla da Capital catarinense comemora quando encontra o Botafogo do outro lado nesse tamanho.
Primeira etapa foi tão ruim, que não dá pra gastar linhas falando dele. Já a segunda etapa, veio um jogo completamente diferente no bairro do Carianos em Floripa onde fica a Ressacada. Avaí melhor no jogo, propondo jogo apesar das velhas limitações e ainda de quebra parando no Gatito Fernandez que estava numa noite espetacular, pegando até pensamento, pegando bola a queima roupa, pegando cabeçada do Alemão em que Júnior Dutra não aproveitou o rebote e fazendo mais defesas que chegou a manter o 0 a 0 no placar, mas....surge o gol, na penalidade clara em que Marquinhos vai pra bola e faz o 1 a 0 para o Avaí na Ressacada. Marquinhos que igualou o mesmo número de gols como artilheiro da Ressacada a Décio Antônio(que hoje comenta futebol na Rádio Guarujá), os mesmos 57 gols anotados na Ressacada, algo que o avaiano enche o peito para chamá-lo de ídolo, e alias.....nesta noite que passou, temos que ser justos....o 10 avaiano jogou futebol, algo que esperam dele e que ele estava devendo a UM TEMPÃO, fazendo até a gente a criticar coisas que nem outros que tem coragem de criticá-lo quando necessário.
Depois disso, quem recuou foi o Avaí. O Botafogo teve que se atirar ao ataque, o Botafogo teve que correr atrás do menos mal e nisso, teve o Rodrigo Lindoso tocando na saída do goleiro mas a bola parou no travessão, foi uma das melhores chances Botafoguenses no jogo. E olha que tentaram Vinícius Tanque, Marcos Vinícius, tentativas de alterações Botafoguenses no jogo. E quando tudo parecia ficar na vitória avaiana, no último lance de jogo, bate rebate em que a bola bate no OMBRO do Vinícius Tanque, e sobra para Marcos Vinícius encher o pé e fazer salvar o Botafogo do pior por lá. Empate amargo que chegaram a ir pra cima da arbitragem, mas vai reclamar de que? É cada uma hein! E os acréscimos eram justos sim, nem vem.




CORINTHIANS 0 X 0 GRÊMIO, SÉRIE A 2017
Duelo de líderes, o Grêmio tinha que correr atrás, era o confronto direto em Itaquera que no final ficou sem gols e só o Corinthians lucrou porque foi lá administrar a vantagem feita. Alias, a cada tropeço Corintiano quando acontece, se nota que ninguém quer chegar junto num campeonato que anda mal das pernas.
Sem perda de tempo, vamos falar do jogo. Primeiro tempo que foi ruim, foi pegado, e ainda teve o Corinthians em cima apesar das melhores chances serem gremistas. Já na segunda etapa de um jogo que eu esperava muito mais, teve o Corinthians na pressão inicial de etapa mas depois de uns 11 minutos foi que o Grêmio tomou conta do jogo em que não seria nada de anormal se conseguisse vencer o jogo. Dentro destas chances, a bomba do Edílson que o Cássio espalmou, o Luan mandando finalização por cima, bola por cobertura que quase entrou, outra do Edílson que a bola parou no travessão com o efeito botado nela, e sem falar na cabeçada por cima do Jael que entrou no finalzinho de jogo. Mas tudo ficou no 0 a 0 que o Grêmio deixou escapar a oportunidade mais uma vez, por mais que mereceu vencer e merecia sorte melhor mesmo jogando em Itaquera.




FLUMINENSE 3 X 1 SP, SÉRIE A 2017
Atuação daquelas do Fluminense na noite do Maraca no duelo entre tricolores na rodada do Brasileirão da Série A.
A primeira etapa já teve um domínio todo em favor do Fluminense, só deu tricolor carioca na primeira etapa praticamente inteira com direito a Sidão evitando o pior no lado são-paulino e a resistência só durou até os 22 minutos numa penalidade clara em toque de braço do lateral Júnior Tavares em que o Ceifador Henrique Dourado cobrou e abriu o marcador no Maracanã, no 1 a 0 do marcador.
O Fluminense conseguiu minutos depois o seu segundo gol quando em jogada que surgiu de uma falta não marcada em que pareceu mais lei da vantagem que qualquer coisa. A jogada seguiu, Scarpa avançou pela esquerda, deu um drible e rolou para trás quando o equatoriano Sornoza chegou para finalizar e ampliar o 2 a 0 que era domínio puro no Maracanã, enquanto o São Paulo só chegou na bola parada do Hernanes.
Na segunda etapa, o Fluzão já podia ter ao menos ampliado o marcador já que o São Paulo tentou melhorar com as alterações, só que foi inteiramente dominado além dos erros predestinados. E a cada contra-ataque, era assim que o Fluminense conseguia ampliar o placar numa penalidade clara que Robinho bate e faz, Robinho que entrou na segunda etapa e que estava no Figueirense, 3 a 0. E ainda deu tempo do Shaylon cruzar e Gum marcar contra, desconto do tricolor paulista por lá numa noite totalmente tricolor carioca......



MALVÍN 69 X 81 GUAROS DE LARA, LIGA SUL-AMERICANA DE BASQUETE 2017

Apesar da derrota, Malvín ainda consegue ficar vivo devido ao que aconteceu na segunda hora(que falarei mais abaixo) e o Guaros pode chegar lá. Uma coisa precisa ser dita, em meio a esta Liga Sul-Americana que me tem enganado bastante: O Malvín jogar de igual pra igual mesmo com falta de rotação, mesmo com o elenco que não é forte, é um fato a ser concluído em meio a estes dias, quase forçou prorrogação contra o Vitória e ontem esteve jogando ali contra o time venezuelano que está perto da vaga.
O Início de jogo teve já um 9 a 0 de cara em favor dos comandados de Fernando Duró, mas depois o "playero" simplesmente entrou na partida e fez o equilíbrio acontecer dentro do jogo, a ponto do final do quarto estar 22 a 21 para o Guaros.
No segundo quarto, esse jogo equilibrado se manteve. Engraçado que o banco uruguaio fez uma diferença igual no primeiro dia, e isso é um fato a ser constado nos minutinhos que Serres, Souberbielle e tiveram em quadra além da jogada interna com o Hátila Passos tentando incomodar um garrafão superior com Colmenares, Echenique(que são dois armários). Só que na reta final de segundo quarto, com Duda aparecendo, com o francês Touré aparecendo....o Guaros voltou a ter vantagem e a fechar na frente por 41 a 36.
Na volta do intervalo, o Guaros chega a abrir 11 de frente e vamos combinar que o que está jogando Heisler Guillent é algo impressionante mesmo, precisava ser relatado. Só que com Souberbielle principalmente, o Malvín baixou a vantagem e deixou tudo para ser garantia no último quarto em que o Guaros liderava por 6 pontos.
No último quarto, o equilíbrio continuou acontecendo ainda mais quando o Malvín com Souberbielle de novo fez encostar para 3 pontos além do Robinson, Hátila Passos aparecerem para os comandados de Pablo López. Só que o Guaros começou a liquidar o jogo quando Souberbielle avançou a quinta falta, e o roubo de bola além da bola de 3 do Bethelmy e José "Grillo" Vargas para liquidar a fatura e fazer a vitória eficiente para a equipe venezuelana.
Cestinhas/Maximos Puntuadores: Guaros teve 17 pontos do Heisler Guillent, 14 do José Vargas, 12 do Duda, 11 do Nate Robinson e 10 do Touré. Já o Malvín teve 14 pontos do Marcos Cabot(que nem pareceu que ele fez 14 pontos), 13 do Souberbielle e 13 do Hátila Passos.




VITÓRIA 73 X 79 ESTUDIANTES DE CONCORDIA, LIGA SUL-AMERICANA DE BASQUETE 2017
Péssima arbitragem, jogo travado, amarrado em que qualquer coisa era falta(no critério de arbitragem), erros a mil na hora de liquidar o jogo.....e com o Estudiantes de Concordia não teve talvez e respira para logo mais no quesito vaga, já o Vitória consegue se complicar e com um basquete para quem esperava algo bom......devendo no quesito apresentação. Como você em instantes finais, perto de liquidar o jogo, quer fazer jogadas em outros jogadores sendo que tinha um Kenny Dawkins a seu puro momento que poderia liquidar a fatura? Resultado disso foi o time argentino vencer, fazer a festa em Cajazeiras e embolar o grupo.
O Começo de jogo foi cheio de erros, o jogo só melhorou no decorrer do quarto. Enquanto o trio Leandro Vildoza, Rigoberto Mendoza e o Doblas carregava o Verde de Concordia, o lado rubro-negro não se acertava de jeito nenhum e nisso 19 a 13 no fim do quarto para os comandados de Lucas Victoriano.
No segundo quarto, tudo parecia tranquilo para a equipe argentina mas o Vitória aos poucos chegou com Murilo, com Okorie e com Edu Mariano que veio bem do banco. O Jogo então ficou mais equilibrado, mais pegado e no fim do quarto 35 a 34 no intervalo de jogo para o Estudiantes de Concordia.
Na ida para o intervalo como as imagens foram registradas, o relato é que o pivô sérvio do Estudiantes que é o Buljan chutou uma das caixas e logo quando o Arthur passou, a caixa atingiu Arthur que saiu mancando. Só lembrando que o Arthur é um jogador de experiência, se perde até as contas de quanto ele já jogou competição internacional nos tempos do basquete em Brasília, mas lá foi ele revidar, empurrar o sérvio quando ele passou e no fim da confusão, os dois foram excluídos de quadra.
Terceiro quarto equilibrado, último quarto equilibrado.....e no meio dele, muitas faltas, jogo amarrado, Vitória no faltar de leitura do jogo sem contar que nunca vi um time tão pilhado com arbitragem pra ser mais exato. Pulo para a reta final de jogo, já que o tempo todo teve equilíbrio ontem em Cajazeiras.
Reta final em que o Estudiantes chegou a abrir 3 pontos de frente, mas o Vitória baixou pra 1 nos 2 lances convertidos por Okorie. O Bolívar estava no seu momento no fim de jogo, e fez o time argentino abrir 3 de frente de novo, até que Kenny Dawkins crava uma bola de 3 pra deixar tudo igual. Nesse meio, teve gente do lado do Estudiantes de Concordia excluído porque saiu de onde estava para ir de dedo na mesa, sem contar no Lucas Victoriano que foi excluído de jogo após a técnica levada. Enfim, técnicas feitas para liquidar o jogo que estava nas mãos rubro-negras, até que o Okorie escorrega num lance, na outra posse bola no Kurtz no garrafão sendo que não era a jogada e nisso o Estudiantes liquidou a fatura nos lances livres do Rigoberto Mendoza para vencer e seguir com vida enquanto o Vitória se complica tendo que jogar basquete que está faltando na equipe de Régis Marreli por tudo que era esperado(inclusive por mim mesmo que estava curioso para saber como a equipe andaria).
Cestinhas/Maximos Puntuadores: Estudiantes teve 22 pontos do Rigoberto Mendoza, 17 do David Doblas(se o Vitória teve problemas com o Doblas, imagina com Colmenares e Echenique fungando no cangote logo mais.....é preocupante a atuação interna da equipe), 14 do Mateo Bolívar e 13 do Leandro Vildoza. Já o Vitória teve 17 pontos do Nick Okorie, 16 do Matthew Shaw, 14 do Kenny Dawkins e 10 do Murilo.




SAN MARTÍN DE CORRIENTES 78 X 62 COMUNICACIONES, SUPER 20 LNB ARGENTINA
Liga Nacional de Basquete Argentina com o Super 20 e a vitória do San Martín de Corrientes em um dos jogos da noite de ontem sobre o Comunicaciones de Mercedes(que é uma região próxima a Corrientes). Super 20 de ontem que teve também vitórias do Gimnasia(85 a 81 sobre o Argentino de Junín no Sócios Fundadores) e do Weber Bahía(105 a 101 jogando em Mar Del Plata contra o Peñarol, vitória fora de casa) e logo mais terá 2 jogos(Ferro-Hispano e Quilmes-Weber Bahía).
A vitória ontem que foi ditada principalmente depois do intervalo de jogo, e que faz o San Martín ter a vantagem de jogar em casa os playoffs desta primeira fase da temporada que é o Super 20.
O Primeiro quarto que teve bom começo da equipe do Comunicaciones, mas o San Martín ainda mais após o tempo pedido no 12 a 2, ter uma sequência que virou o jogo desde então e pra fechar o quarto em 16 a 14 em placar muito baixo onde as defesas se sobressaíram.
No segundo quarto, San Martín melhor no jogo e os comandados de Sebastian González entraram no jogo de vez a ponto de abrir vantagem e começar a expor a sua vantagem. Defesa boa, e ataque melhor ainda para um 42 a 33 na ida para o intervalo.
Na volta de intervalo, foi que o "Rojinegro" liquidou o jogo. Reynaldo García jogando bem e comandando o jogo, Keenan no garrafão, e até a pontuação da equipe foi mais distribuída na noite de ontem para abrir 19 pontos de frente e depois administrar a partida que não teve sustos de fato, vitória tranquila e vantagem de jogar em casa nos playoffs do Super 20, que corresponde a primeira fase do torneio.
Cestinhas/Maximos Puntuadores: San Martín teve 13 pontos do Reynaldo García, 12 do Keenan. Já o Comunicaciones(que joga o ex Franca, Pinheiros, Atenas Juan Pablo Figueroa) teve 12 pontos do Correa, 12 do Swann e 10 do Ryan Amoroso.






E logo tem mais Blog do Igor, quinta que promete ser movimentada por aqui!

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Série B 2017 ontem

Rodada cheia da série B ontem, e vamos ao post!



BOA ESPORTE 0 X 0 INTER
Começo com o Inter, começo com o Colorado e o 0 a 0 que até Guto Ferreira testou Camilo e D´Alessandro juntos armando as jogadas coloradas durante grande parte do jogo, mas o desempenho foi péssimo ao somar do jogo em si, até o Dale disse algo no fim de jogo que resumiria e faria a gente parar de escrever do jogo, continuam a publicação.
O Inter até começou bem, até teve uma chance com Nico López, mas o Boa com contra-ataques melhorou no jogo embora as chances vieram sempre na bola parada, num escanteio dentro da primeira etapa de jogo. E ainda deu tempo do Danilo Fernandes defender um chute que veio fraquinho ao gol colorado.
Na segunda etapa, Cláudio Winck chuta cruzado mas o goleiro do Boa defende, além do Pottker ter criado chance.....e mais nada no Inter sem inspiração ontem em Varginha onde nem as entradas do Roberson e do chileno Felipe Gutiérrez adiantaram alguma coisa. Já o Boa Esporte, esperava um contra-ataque apenas para encaixar, mas não deu e o empate sem gols num jogo sonolento aconteceu.




LONDRINA 1 X 0 FIGUEIRENSE
Vamos falar do jogo do Estádio do Café em que fez a vitória do Tubarão sobre o Figueira que mais uma vez jogou mal e mereceu a derrota.
Muita marcação, muita correria e nada de futebol.....assim a primeira etapa foi resumida de forma clara e concreta. Só que também teve o gol, 28 do primeiro tempo e a bola sobra para Carlos Henrique marcar o gol do Londrina que até poderia ter feito o segundo em duas ocasiões como a do Artur e com Rômulo.
Na segunda etapa, enquanto nem com as alterações o Figueirense foi assustar o Londrina, o Londrina meteu bola no travessão com Negueba(ele mesmo, ex Coritiba, Grêmio, Flamengo...ele mesmo) e no final o 1 a 0 que parecia que era 3 a 0, 4 a 0, com 1 adversário tomando conta e se tranquilizando em parte do jogo e o outro time sem assustar NADA.




GUARANI 1 X 1 ABC
Empate que não agradou ninguém no jogo do Brinco de Ouro em Campinas e o Guarani cada vez mais vai se complicando. Outra partida que tivemos emoção zero e alguns lapsos com gols e oportunidades dentro de uma série B que a cada ano o nível só piora até fazendo a gente que acompanha a competição ter que transformar as publicações daqui a pouco em 140 caracteres de twitter, com tanta ruindade e tanta sonolência nos jogos, e tirando poucos que ainda jogam uma bola ao menos apresentável.
Tudo parecia ficar fácil para o Bugre ontem aos 5 minutos quando abriu o placar. A zaga abecedista se atrapalha e a bola sobra para Caíque que aproveitou um verdadeiro balão dado pelo Richarlyson(que não dá pra chamar de cruzamento, convenhamos) e 1 a 0 no marcador para o Guarani. O ABC pouco fez durante a primeira etapa de jogo, já o Guarani dominava o jogo e até quase fez o segundo com Caíque, mas aos 41 minutos veio o empate que foi achado do lado dos comandados de Itamar Schulle. Matheus dá passe pra Arez, que cruza errado e mal mas Vitor Júnior aproveitando a sobra completa o lance e marca o 1 a 1, lembrando que este Vitor Júnior é aquele mesmo, aquele ex Botafogo.
Na segunda etapa, era ataque contra defesa, mas o Bugre parava nas suas limitações e nos seus erros por mais que tenha até criado alguma oportunidade. Ao ABC restou segurar o jogo para tentar ao menos levar o empate, por mais que não tenha agradado a ninguém o resultado no quesito campeonato. Ficou assim em Campinas.




CRB 2 X 2 NÁUTICO
E o CRB volta a ressuscitar adversário jogando dentro do Rei Pelé e NADA muda no time regatiano com relação a futebol e está fazendo uma força para cair......CRB e Guarani estão nessa situação que assusta, até conversava com gente que acha que o CRB já caiu perante toda a situação que o time se afundou. Já o Náutico, até podia ter tido uma sorte melhor em Maceió, não jogou mal, e merecia sim algo melhor no jogo.
O CRB pode se agarrar na sorte, igual alguns clubes da série A em que existe times ruins abaixo da tabela que não pontuam de jeito algum. Porque no quesito futebol.....tá feia a coisa.
Em menos de 10 minutos, 1 oportunidade para cada lado...foi assim que o jogo começou, até me arrisco a dizer que pelo o nível que anda a série B, CRB x Náutico até fizeram um jogo animado. Depois disso, só deu CRB na primeira etapa. Jéfferson, goleiro Timbu tendo trabalho na cabeçada do Zé Carlos, sem falar na cabeçada do João Paulo(que foi um dos jogadores mais ativos de ontem) que passou rente a trave. Mas quem abriu o placar foi o Náutico, Suéliton chuta de fora da área e o Edson Kolln acaba aceitando, 1 a 0 Náutico.
Só que o CRB chegaria ao empate no fim do primeiro tempo quando João Paulo acerta um chutaço de fora da área, golaço do Galo que deixa tudo igual no Rei Pelé. 1 a 1 e intervalo de jogo.
Na segunda etapa, o CRB insistia bastante ainda mais pelas 500 mil bolas na área e nelas quando Jéfferson não fechava o gol para o Náutico, era a pontaria que ficava longe de fato. Mas aos 36 minutos, o Náutico virou o jogo quando Leílson cruzou para a área e Bruno Mota tocou pra rede até aproveitando mais uma falha da zaga, gol Timbu e 2 a 1 no placar. Mas o CRB não demorou a empatar e empatou quando Neto Baiano aproveitou rebote do Jéfferson e deixou tudo igual dando números finais ao jogo em que a torcida do CRB saiu na bronca e com razão pois o time está jogando NADA.






GOIÁS 1 X 0 JUVENTUDE
Enquanto o Juventude não se recupera de jeito algum além da apatia danada, o Goiás consegue uma vitória importante para tentar se safar da série C que mora a sua porta e até com bom público no Serra Dourada, alias é algo que tenho dito a um tempo: Torcida Goiana quando quer, ela aparece e faz bons públicos no estádio seja em situação de subida ou de briga para não cair.
Já começo falando da penalidade perdida por Júnior Viçosa no primeiro tempo, vai bater mal assim lá em Goiânia, não é hora de inventar ainda mais num momento tão de sufoco para o lado esmeraldino. Falo da penalidade em favor do Goiás aos 13 minutos que o atacante esmeraldino cobra, telegrafa o lance e o goleiro Matheus do Juventude salva a papada de tomar o gol. Depois disso, o Goiás seguia em cima só que quem criava as melhores chances era o Juventude quando Marcelo Rangel salvou o Goiás por 2 vezes de sofrer o gol.
Enquanto Gilmar Dal Pozzo botava Caprini, o Hélio dos Anjos era xingado de burro ao torcedor que estava sem paciência com o treinador. Assim começou a segunda etapa em que o Goiás volta melhor, mas chance que é bom....nada. Jogo que nada aconteceu no segundo tempo, deu até para a turma de Goiás pegar o finalzinho do jogo do Vila Nova no duplex feito. E o gol saiu aos 36 minutos em favor do Goiás quando Tiago Luís fez cruzamento para Aylon que recebeu, dominou, ajeitou, girou e fez o gol da vitória no Serra Dourada.





CEARÁ 1 X 0 PARANÁ
Jogo de Fortaleza, o Paraná teve uma péssima atuação em que em nenhum momento mostrou provas que poderia vencer o jogo, já o Ceará apesar do magro 1 a 0 conseguiu vencer e atuar bem por lá.
Aos 4 minutos, o gol do Vozão no primeiro tempo em que num chute despretensioso virou cruzamento, virou lançamento e Leandro Carvalho sozinho e sem impedimento mandou para o fundo das redes já de cara e se não é o goleiro Richard, o Paraná teria levado o segundo e o terceiro ainda no primeiro tempo de jogo. A única chance paranista foi com João Pedro em que o Fernando Henrique espalmou.
Na segunda etapa, mais Richard que foi salvar o Paraná do pior já que o time nada fez durante o jogo. O Volume ofensivo do Alvinegro de Porangabuçu foi tanto, mas tanto que estava mais fácil o segundo gol sair ali. Mas não saiu e só teve a vitória magra do Ceará, mesmo com o Paraná tentando algo no desespero no fim de jogo, ficou assim no Castelão.



CRICIÚMA 0 X 1 VILA NOVA
Vila Nova e uma importante vitória fora de casa, enquanto isso o Criciúma segue com aquela mesma bola que nada muda na série B desse ano além de uma temporada mais uma sem graça do lado do Tigre. Sem firulas, vamos falar do jogo que começou com pressão inicial do Criciúma, mas o gol aos 13 foi do Vila Nova em rebote baseado de bola na trave somado com a defesa do goleiro Edson, Alípio pegou a sobra e fez o gol que seria o gol do jogo. E olha que o Vila poderia ter ampliado o marcador ontem....Lourency que o diga.
Na segunda etapa, o Vila recua, o Criciúma ataca e para nas mãos de Luís Carlos, o goleiro do Vila Nova fechou o gol ontem e fez com que a vitória fosse assegurada no Heriberto Hulse.




BRASIL DE PELOTAS 0 X 0 AMÉRICA MG
Empate sem gols em Pelotas, onde ninguém foi pra frente na tabela da série B. O Jogo teve oportunidades? Até teve, mas o quesito técnico foi fraco como em outros jogos da própria B ontem na rodada cheia.
Misael e Lincom fizeram as melhores chances xavantes no primeiro tempo, já de outro lado Renan Oliveira e Bill criaram as melhores chances do Coelhão no jogo em que as duas pararam em Marcelo Pitol e mais nada aconteceu no primeiro tempo. Já na segunda etapa, poucas chances de ambos os lados e um jogo sonolento. No quesito chances, 2 bolas no travessão em favor do Brasil de Pelotas e do lado americano um chute pra defesa de Marcelo Pitol e mais nada no Bento Freitas onde o empate ficou desta maneira.



SANTA CRUZ 2 X 2 OESTE
E olha que teve protesto no fim de jogo a ponto do Grafite falar com o bando que o elenco não estava de sacanagem.....o Santa Cruz segue sem engrenar e volta a pergunta sobre "Já pensou o Oeste na primeira divisão?".
Eficiência: Palavra esta que cercou o primeiro tempo, o Santa Cruz lutava, pressionava, criava chances mas o Oeste era o eficiente da vez. Eficiência que originou penalidade para agora a equipe de Barueri, Mazinho cobra e faz o 1 a 0 para o Oeste.
Na segunda etapa, perdido por 1, perdido por mil.....assim o tricolor do Arruda fez durante toda a segunda etapa. Chegou a empatar na penalidade clara que Grafite fez e olha que tinha empatado o jogo e tinha ocorrido a expulsão do William Cordeiro que deixou o Santa com 1 a mais em campo, só que nem tudo isso deu alento para a virada, pois na jogada individual do Mazinho a virada do Oeste aconteceu para jogar aquela ducha de água fria no povo tricolor pernambucano.
Até João Paulo empatou para a equipe de Marcelo Martelotte, mas nada feito e o empate com vaias, protestos, alias a posição atual de Santa e de Náutico refletem bem o futebol, refletem bem o que se passa os clubes e sem contar os elencos montados que merecem série C e que só podem escapar por ter gente na frente que é do mesmo nível.



LUVERDENSE 1 X 1 PAYSANDU
Finalizo com o duelo de Lucas do Rio Verde em mais um redundante jogo ruim dentro da rodada completa de ontem. Até que o Paysandu começou melhor no primeiro tempo, fez seu gol com Bergson aos 11 minutos, mas depois o time de Lucas do Rio Verde foi melhor e de tanto insistir conseguiu o seu empate no finalzinho do primeiro tempo quando Marcos Aurélio fez o seu gol.
Na segunda etapa, o Paysandu teve que segurar o empate pois o time do Luverdense estava em cima a ponto de virar. Era bola que passava perto, era bola que batia na zaga do Papão, inúmeros momentos que no final não passaram do empate em meio a um jogo que foi tecnicamente ruim.

No Super 20 da LNB Argentina, San Lorenzo vence Boca na La Bombonerita

Foto: Basquet Plus



Quando você sabe que está encarando um adversário superior, e está prestes a fechar o jogo, não se permite NENHUM tipo de brecha aberta e tampouco se permite desatenção ainda mais em fase do jogo tão decisiva assim. Nisso o San Lorenzo aproveitou para vencer o jogo em cima do Boca que dominou ao menos grande parte do jogo que foi televisionado na Tyc Sports(San Lorenzo televisionado na Tyc, me conte uma novidade), 78 a 75 no destaque do post do Super 20 da LNB Argentina no outro jogo da noite.
Confesso que tomei um susto no começo da partida quando vi um 14 a 2 em favor do Boca, se fosse o contrário certamente não iria ser surpreendente por tudo que fala do San Lorenzo e tudo que sabemos como a equipe de Gonzalo García pode funcionar. Só que foi a famosa surpresa de fato, e um 18 a 10 em favor do Boca.
No segundo quarto, o controle seguia sendo xeneize. Obviamente que o San Lorenzo iria baixar vantagem, tinha qualidade para isso e ainda com o aporte do José Vildoza isso aconteceu bastante, mas mesmo assim o Boca se manteve nos destaques, como o jogo interior de Bryan e Lampropoulos e sem falar nos aportes de Boccia e Fierro para manter a vantagem e nisso 36 a 29 em favor do Boca Jrs no fim do primeiro tempo de jogo.
Os comandados de Gonzalo García entraram no jogo no terceiro quarto de jogo. O San Lorenzo com Calfani, com Justiz Ferrer já tinha chegado a 3 pontos atrás e desde então já era outro jogo de fato, até que Lucas Pérez com passes e pontuações começou a jogar e ajudou o Boca a simplesmente voltar ao menos na vantagem de 10 pontos antes do último quarto.
Qual foi o erro xeneize em não segurar a vantagem? O último quarto encontrou a famosa resposta para esta pergunta, quando essa linha de ataque, defesa foi completamente perdida e valeu momentos decisivos de jogo em favor de Deck, Aguirre e Mata para liquidar a partida além dos lances livres, mesmo o Mata errando os dois no último lance do jogo por mais que o Boca tentou a ultima para empatar e forçar a prorrogação. Deu San Lorenzo.
Cestinhas/Maximos Puntuadores: San Lorenzo teve 19 pontos do Gabriel Deck, 16 do Justiz Ferrer, 14 do Penka Aguirre e 12 do José Vildoza. Já o Boca teve 15 pontos do Bryan, 14 do Lucas Pérez, 14 do Lampropoulos, 12 do Boccia e 11 do Gamboa.

No Super 20 da LNB Argentina, Atenas passeia e vence Quimsa no Cerutti

Foto: Germán Ruiz/ Prensa Atenas




E que passeio do Atenas sobre o Quimsa jogando no Carlos Cerutti em Córdoba hein! Atenas que fechou a sua participação nesse Super 20 e estará na fase de reclassificação em que pega o vencedor do outro lado ou Quimsa ou Olímpico no encontro que seria numa melhor de 3 para definir a reclassificação segundo nas novas regras impostas pela a LNB Argentina nesta temporada.
É do 90 a 72 que o Blog destaca na postagem, e o Meyinsse hein? Que noite do ex Flamengo e San Lorenzo, sem falar no tempo dele no Regatas que era um ótimo tempo dele e parece que ao menos nessa noite baixou esse espírito no pivô, se fosse aqui no Brasil já iriam falar dele tomar um açaí feliz, mas na Argentina os hábitos são diferentes e justos a uma grande atuação em que jantou o garrafão da "La Fusión"(como é conhecido o Quimsa).
O Jogo quando chegava na metade do terceiro quarto, já estava resolvido a um tempão. Quimsa mal ofensivamente, jantado defensivamente pelo adversário e isso foi em grande parte do jogo apesar do primeiro quarto em que o Meyinsse liderou o Atenas, mas na parte final do quarto Marcus Melvin simplesmente meteu uma bola importante para manter o Quimsa na disputa, 23 a 18 no fim do primeiro quarto para os comandados de Nicolás Casalánguida.
No segundo quarto, bolas de 3 a pura profundidade, a dupla Cantero-Meyinsse se entendendo demais e jantando a defesa do Quimsa e a vantagem foi lá pra cima num 54 a 30 que só aumentou a ponto do último quarto ficar apenas no protocolo. A noite do Atenas foi contundente enquanto o Quimsa terá que esquecer e não remoer muito essa derrota que foi acachapante.
Esse passeio do Atenas sobre o Quimsa foi o fato na noite da LNB Argentina no Super 20. E assim ficou.
Cestinhas/Maximos Puntuadores: Atenas teve 18 pontos do Meyinsse, 16 do Mateo Chiarini, 16 do Donald Sims, 14 para Juan Cantero e 13 para Nico Romano. Já o Quimsa teve 18 pontos do Marcus Melvin, 12 para Schattmann, 11 do Gadson e 10 do Juan Brussino.

LUB 2017-18 nesta terça

Tivemos 3 jogos na Liga Uruguaia de Basquete e não é que o Blog se ligou em todos? Pode ser televisionado, pode ter apenas o rádio na companhia, o Blog não tem fronteiras e cuida da realidade uruguaia como a novidade mais presente no Blog!
Fotos do post: Decano.com/Reprodução, Rádio Sport 890/Twitter e Hundila(@hundila no twitter)




BOHEMIOS 66 X 77 NACIONAL
Televisionado lá no Uruguai, e este é o ginásio do Bohemios, acanhado como todos os outros na Liga Uruguaia em que só o Palacio Peñarol que tem mais público e consegue ter a organização para sediar competições internacionais quando alguma equipe uruguaia jogando atualmente, é assim enquanto não der o tal chute na mesa para que os clubes consigam melhorar a sua estrutura ainda mais em ginásios, e você me verão falar disso todas as vezes parecendo um chato.
Sobre a partida desta terça, o Nacional conseguiu ser mais competente na parte final de jogo e com um Danridge(que num passado não tão distante me fez lembrar ele com a camiseta do Defensor Sporting vencendo na Panela de Pressão o Uniceub Brasília numa edição de grupo na Liga Sul-Americana, jogo que foi a prorrogação) decisivo para a vitória do Nacional fora de casa(Nacional que é o do futebol, ele mesmo).
No primeiro quarto, equilíbrio de começo mas na reta final dele o Nacional foi melhor e fechou na frente por 21 a 15. Já no segundo quarto, se cozinhou uma vantagem de 10 pontos em que o Bohemios mal se encontrava e o Nacional na linha de frente soberaníssimo e sem levar sustos no jogo e com também boa atuação de Leandro Taboada(o que já jogou no Brasil não é ele, o que já jogou por aqui é o Emílio Taboada que está no Urunday) e o próprio jogador me acerta uma bola de 3 que ela toca no aro sobe e depois cai para um 44 a 30 no fim do primeiro tempo na quadra do Bohemios, Nacional na frente.
Na volta de intervalo, com Kelley e Perdomo aparecendo bastante, com a defesa melhorando e os rebotes aparecendo o Bohemios voltou ao jogo sem contar que a vantagem de 10 pontos que estava cozinhada, tinha ido ao espaço. O Nacional até chegou a queimar uma gordurinha numa vantagem pequena, mas....a vantagem era apenas de 1 ponto fazendo a decisão do jogo só ir para o último quarto. Nacional ainda na frente por 56 a 55.
No último quarto, quando restava 5 minutos para o fim o placar estava bem igual e o jogo estava muito disputado até então. Eis que surge a dupla Danridge-Taboada sendo decisiva por lá para liquidar a fatura e vencer o jogo que quase escapa das mãos para o Nacional.
Cestinhas/Maximos Puntuadores: Nacional teve 20 pontos do Leandro Taboada, 19 do Danridge, 15 para Moglia e 14 para o nigeriano Eziuwku. Já o Bohemios teve 22 pontos do Kelley, 16 para Perdomo e 11 para Trelles(que não é o ex Aguada Rodrigo Trelles que também está na equipe do Bohemios), Bohemios que esteve sem Daniel Stewart que fez uma falta danada.





HEBRAICA Y MACABI 81 X 65 OLÍMPIA
Jogo de um time só, assim na volta a realidade da Liga Uruguaia após o mico passado na Colômbia de ser saco de pancada do grupo da Liga Sul-Americana, a vitória dos comandados de Leonardo Zylberstein aconteceu sobre o Olímpia que havia assustado no começo do campeonato com vitória surpreendente segundo os uruguaios sobre o Malvín e agora voltou a perder mais uma, jogo que foi realizado na quadra do Tabaré(alias, porque o Hebraica y Macabi vive mandando jogos em vários outros ginásios ao invés de usar o seu ginásio? É algo que não entendo).
Apesar do começo de jogo equilibrado, o Hebraica y Macabi já tomou a linha de frente e foi largar um 22 a 9 que se transformaria num 26 a 13 no fim dos 10 primeiros minutos, "El Macabeo" estava na frente.
E essa vantagem só continuou durante todo o jogo. O Olímpia foi totalmente inofensivo durante a partida inteira, tendo em conta tudo isso....o Hebraica y Macabi simplesmente em algum momento controlou a partida e foi para a vitória sem problemas e isso porque estava sem Leandro García Morales que estava desfalcando a equipe "Macabea". Apareceu Zanotta, apareceu Medina, apareceu Hicks que foram pilares dentro desta vitória. 40 a 22 no intervalo, 65 a 45 com 20 pontos de frente e no fim placar administrado, assim foi a tranquila vitória do Hebraica y Macabi a um Olímpia que não foi incomodo algum por lá.
Cestinhas/Maximos Puntuadores: Hebraica y Macabi teve 22 pontos do Michael Hicks, 16 do Zanotta, 14 do Medina e 12 do Eric Williams(que é parecido com o Newsome, pegue bem a foto dele e compare). Já o Olímpia teve 28 pontos do Waddell, 17 para Silvarrey e 10 para Viana.





BIGUÁ 93 X 77 GOES
Só 1 derrota, só 1 estrangeiro(tentaram acertar com Kyle Lamonte mas o negócio não vingou) e ainda com 3 desfalques.....olha a campanha e o tamanho da vitória do Pato de Villa Biarritz nesse começo de campeonato. Até beira a uma clássica surpresa, pois estava longe de apontar o Biguá como candidato lá na frente, já o Goes....segue mal pelas tabelas e não só os uruguaios, mas até esperava um pouquinho mais embora o Goes também está longe de ter elenco para título por mais que me achem um louco nessa parte.
Vitória de ponta a ponta em Villa Biarritz a favor do Biguá em seu ginásio que a uns meses atrás teve a Argentina jogando amistoso contra o Uruguai só para que você do outro lado possa se situar, foi o jogo padrão das rádios, o jogo que as rádios tomaram de conta por lá com o resto fazendo o clássico posto de informação a cada lado.
No primeiro quarto, o West que foi contratado de forma temporária.....carregou o Biguá nas costas, além do sempre balanço defensivo apontado nos comentaristas de jogo(um deles foi o Buysan falando disso), o estrangeiro fez praticamente metade dos pontos no quartos, 28 a 17, Biguá na frente no final.
No segundo quarto, o Biguá continuou jogando basquete contra um Goes de nível baixíssimo e perdido no jogo. O Biguá chegou a abrir 40 a 19(21 pontos de frente) com direito a Brause e a Aguiar sendo destaques de jogo desde as bolas de fora e do perímetro, nisso um 51 a 36 na chegada do intervalo em favor do Pato de Villa Biarritz.
Na volta do intervalo, assim como no último quarto.....o panorama de jogo não mudou. Goes sem nenhuma reação e com Jackson e Vázquez salvando do pior o "Misionero" e ao menos o Biguá foi administrar uma vantagem de 15 pontos que em nenhum momento foi incomodado e a vitória foi contundente do Biguá jogando na sua casa, em seu ginásio contra um Goes que virará assunto nos principais programas de rádio uruguaios no basquete.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Final dramático e Vitória bate Malvín na estreia da Sul-Americana de Basquete

Foto: Marlon Ribeiro




É.....se já teve drama na partida de fundo, o que falar na partida entre rubro-negro baiano e o "Playero" uruguaio, hein? Jogo de final dramático e o Vitória estreou com a redundância do nome jogando em Cajazeiras.
O que frustrou e decepcionou, por mais que Cajazeiras seja um bairro afastado e complicado para chegar(Já me contaram isso, nunca fui a Salvador sentir isso na pele, mas me contaram isso sendo de rádio que fez jogo lá até a torcedor mesmo do Vitória que me conta sempre esse relato) o apelo da competição pedia caldeirão pois não é todo o dia, não é toda a temporada que se disputa uma competição que só fica atrás da Liga das Américas, esperava mais do torcedor do Vitória em Cajazeiras com relação a público.
Vamos falar desse dramático 70 a 69? Então sem perda de tempo, vamos lá. Primeiro quarto de jogo em que se baseou nas duas equipes começando devagar o jogo, mas com Hátila Passos e Garrett no garrafão, até o Malvín chegou a abrir 11 a 8, mas na parte final do quarto o Vitória voltou a ficar na frente e tomar conta das rédias do jogo para ficar na frente no fim do primeiro quarto e 16 a 11 para os comandados de Régis Marreli.
No segundo quarto de jogo, apesar de muitos erros de ambos os lados.....o Vitória tinha uma vantagem, até chegar as bolas de 3 seja do Souberbielle, Cabot e Mazzarino para que os uruguaios fossem encostar no placar chegando a estar a 2 pontos atrás apenas e até passou a frente, mas o Vitória conseguiu terminar na frente mesmo com um jogo equilibrado a vista, 31 a 30 na vinda para o intervalo, vantagem rubro-negra baiana;
Na volta do intervalo, Muito equilíbrio durante grande parte do quarto, muitos erros de ambos os lados e enquanto Mazzarino carregava a equipe "Playera" de um lado, do outro os reforços do Vitória na temporada tinham que ajudar como Matthew Shaw(ex Gimnasia Comodoro), Okorie e sem falar no garrafão. Só que no fim do quarto, Malvín 50 a 49 e toda a decisão da partida sendo jogada para o último quarto.
Quando o Vitória por ao menos 2 vezes abriu uma vantagem considerável(uma na reta final abrindo 9 de frente, e uma no começo do quarto quando fez uma sequência de 10 a 2) parecia que venceria o jogo, parecia que controlava a partida e nisso o Marreli precisa corrigir para uma temporada que terá jogos assim até no NBB, a falta de regularidade e consistência para administrar o resultado e precipitar onde não precisa. Nestas 2 vezes, a equipe uruguaia reagiu no jogo, com Garrett, com Mazzarino e com Robinson chega no placar e a empatar o jogo. No resumo da ópera, instantes finais e drama a vista no bairro de Cajazeiras.
Empate em 67, as equipes tiveram uma chance de largar na frente mas nenhuma passou a frente, até que parecia que seria cesta da Vitória rubro-negra quando o Malvín perdeu a posse de bola e no contra-ataque Shaw na tabela marcou, mas o Malvín na pressa com Robinson deixou tudo igual e 69 a 69 com 4 segundos de posse de bola(e tinha rádio uruguaia narrando que teve prorrogação, e isso porque o narrador estava nos estúdios e com tempo e placar na frente.....), Marreli pediu tempo e na volta da posse de bola o Murilo ia para a cesta e sofreu a falta que tinha que bater 2 lances livres, gozado que vendo o lance me deu a sensação de que o Garrett foi limpo na bola, o que seria toco legal e seria prorrogação, ainda consigo ter dúvidas quando olho a jogada de fato.
Murilo converteu o primeiro, errou de propósito o segundo, e a bola tocou no jogador uruguaio e saiu pra lateral em que era só repor com 2 segundos e finalizar o jogo, foi o que aconteceu....estreia com vitória para os comandados de Régis Marreli e a equipe do Pablo López mostrou um poder de reação que não pensava que duraria com um elenco numa falta de rotação danada.
Cestinhas/ Maximos Puntuadores: Vitória teve 17 pontos do Nick Okorie, 13 do Matthew Shaw e 13 do Kenny Dawkins. Já o Malvín teve 20 pontos do Mazzarino(que acabou com o jogo, deu muito trabalho, mostrando que ainda joga muita bola), 11 do Hátila Passos, 10 do Marcos Cabot e 10 do Garrett.
E amanhã, tem mais em Cajazeiras no grupo da morte.